A minha pele conta uma história de Amor /ódio. Será sempre fácil dizer que amamos o nosso corpo mas tal não corresponde à realidade, as inseguranças surgem quer sejamos magras, mais cheinhas, estrias, manchas, sardas… Tudo isso eu odiei no meu corpo; hoje apenas tento aceitar o meu templo e cuidar dele da melhor forma possível para amenizar os danos.